Sunday, July 05, 2009

Matando a "charada": De onde provém os "homens-lobo"?

Foto: Um "menino-lobo", mais cedo ou mais tarde você poderá cruzar com um deles.
Lembre-se de "agir" (morrer) politicamente correto!













































Os meninos-lobo
por Claudio de Moura Castro

"Nossa juventude estará mal preparada para a sociedade civilizada se insistirmos em uma educação que produz uma competência linguística pouco melhor do que a de meninos-lobo"

No velho conto de Rudyard Kipling Mogli, o Menino-Lobo, o autor descreve uma criança que, adotada por uma loba, cresce sem jamais haver usado uma só palavra humana, até ser encontrada e se integrar à sociedade. O conto é atraente, mas cientificamente absurdo. Porém, houve outros casos, supostamente reais, de crianças criadas por animais. E também casos reais (até recentes) de crianças que cresceram isoladas e sem oportunidades de aprender a falar.

Faz tempo, meninos-lobo e outros jovens criados sem interação humana despertaram o interesse da psicologia cognitiva e da linguística. A razão é que seriam um experimento natural que permitiria responder a uma pergunta crucial: esses jovens, sem conhecer palavras, poderiam pensar como os demais humanos?

A questão em pauta era decidir se pensamos porque temos palavras ou se seria possível pensar sem elas. Como os meninos-lobo não conheciam palavras, se podiam pensar, teria de ser sem elas. Nos diferentes casos de crianças criadas em isolamento, ficou clara a enorme dificuldade de ajustamento que elas encontraram ao ser reabsorvidas pela sociedade. Muitas jamais se ajustaram, fosse pelo trauma do isolamento, fosse pela impossibilidade de pensar humanamente sem palavras. Mas o fato é que não desenvolveram um raciocínio (abstrato) classicamente humano.

O interesse pelos meninos-lobo feneceu. Mas se aprendeu muito desde então, e hoje não se acredita que o pensamento sem palavras seja possível – pelo menos, o pensamento simbólico que é a marca dos seres humanos. Ou seja, Mogli não seria capaz de pensar.

Click na foto abaixo e saiba mais sobre os "homens-lobo".




























"Vivemos em um mundo de palavras", diz o celebrado antropólogo Richard Leakey. "Nossos pensamentos, o mundo de nossa imaginação, nossas comunicações e nossa rica cultura são tecidos nos teares da linguagem... A linguagem é o nosso meio... É a linguagem que separa os humanos do resto da natureza." Para o neuropaleontólogo Harry Jerison, precisamos de um cérebro grande (três vezes maior do que o de outros primatas) para lidar com as exigências da linguagem.

Portanto, se pensamos com palavras e com as conexões entre elas, a nossa capacidade de usar palavras tem muito a ver com a nossa capacidade de pensar. Dito de outra forma, pensar bem é o resultado de saber lidar com palavras e com a sintaxe que conecta uma com a outra. O psicólogo Howard Gardner, com sua tese sobre as múltiplas inteligências, talvez diga que Garrincha tinha uma "inteligência futebolística" que não transitava por palavras. Mas grande parte do nosso mundo moderno requer a inteligência que se estrutura por intermédio das palavras. Quem não aprendeu bem a usar palavras não sabe pensar. No limite, quem sabe poucas palavras ou as usa mal tem um pensamento encolhido.

Talvez veredicto mais brutal sobre o assunto tenha sido oferecido pelo filósofo Ludwig Wittgenstein: "Os limites da minha linguagem são também os limites do meu pensamento". Simplificando um pouco, o bem pensar quase que se confunde com a competência de bem usar as palavras. Nesse particular não temos dúvidas: a educação tem muitíssimo a ver com o desenvolvimento da nossa capacidade de usar a linguagem. Portanto, o bom ensino tem como alvo número 1 a competência linguística.

Pelos testes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), na 4ª série 50% dos brasileiros são funcionalmente analfabetos. Segundo o Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), a capacidade linguística do aluno brasileiro corresponde à de um europeu com quatro anos a menos de escolaridade. Sendo assim, o nosso processo educativo deve se preocupar centralmente com as falhas na capacidade de compreensão e expressão verbal dos alunos.

Ao estudar a Inconfidência Mineira, a teoria da evolução das espécies ou os afluentes do Amazonas, o aprendizado mais importante se dá no manejo da língua. É ler com fluência e entender o que está escrito. É expressar-se por escrito com precisão e elegância. É transitar na relação rigorosa entre palavras e significados.

No conto, Mogli se ajustou à vida civilizada. Infelizmente para nós, Kipling estava cientificamente errado. Nossa juventude estará mal preparada para a sociedade civilizada se insistirmos em uma educação que produz uma competência linguística pouco melhor do que a de meninos-lobo.


Claudio de Moura Castro, nascido no Rio de Janeiro-RJ em 29 de novembro de 1938, é um dos maiores especialistas brasileiros na área educacional, graduado em Economia pela UFMG com mestrado pela Universidade de Yale, doutoramento na Universidade de Vanderbilt (Economia). Ensinou na PUC/Rio, Fundação Getúlio Vargas, Universidade de Chicago, Universidade de Brasília, Universidade de Genebra e Universidade da Borgonha, foi também Chefe da Divisão de Programas Sociais do Banco Mundial. Claudio de Moura Castro possui mais de 30 livros publicados e de centenas de artigos para publicações científicas. Atualmente entre muitas outras atividades relacionadas à educação, Moura Castro é também articulista da revista VEJA. E-mail: claudiodemouracastro@positivo.com.br





Publicado na revista "VEJA", Edição 2120.
Sábado, 04 de julho de 2009.









YEMENIA (YEMEN AIRWAYS) FLIGHT IY 626 (SANAA – MORONI)


SOBRE OVELHAS, LOBOS E CÃES PASTORES – Lt. Col. Dave Grossman





5 comments:

Cachorro Louco said...

General ,boa noite .Discordo um pouco da tese ora apresentada ,pois os comunistas são capazes de pensar ,embora como não possuam conceitos de ética e moral que são característícas dos seres humanos civilizados,conseguem elaborar pensamentos primitivos .Comunistas naturalmente pensam como predadores ,pensam em como enganar pessoas para obter poder sobre as mesmas .Comunistas pensam em tirar qualquer vantagem possível em cima de miseráveis .Mas comunistas também pensam em passar fins de semana no hotel mais caro de Paris ,desde que ,é obvio,não tenham que enfiar a mão no bolso para pagar coisa alguma.Comunistas gostam de fazer barganha;oferecem planos assistenciais ridículos em troca da vida e do voto dos assistenciados ,e também do dinheiro do erário público.Comunistas enfim,na minha modesta opinião sabem pensar.Mas infelizmente seus pensamentos são todos voltados para o mal alheio e para seu próprio benefício.Abraços

Anonymous said...

Sugiro a todos a leitura do excelente livro "A inteligência na guerra", de John Keegan.
Nele fica evidente que não bastam apenas preparo, equipamento e informações privilegiadas para se vencer um conflito.
Muitas nações preparadas, equipadas e bem informadas perderam batalhas e guerra pela falta de vontade, de motivação ou mesmo de coragem!
Acordem militares!

Laguardia said...

Não sou jornalista nem escrito. Sequer escrevo bem. Sou aposentado. Meu imposto de renda é retido na fonte pelo INSS. Já nosso querido apedeuta tem sua receita de INSS como anistiado político acima do teto do INSS livre de IR.
Minha forma de lutar contra os desmandados implantados por este governo corrupto no Brasil é através de um blog http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/
Gostaria de contar com a presença e dos comentários das pessoas de bem que não se conformam com a desonestidade, a falta de ética e a corrupção em nosso governo.

Anonymous said...

Falta de Criatividade e Honestidade Política.!
Por Ricardo Antonio Filgueiras.
Brasil 13 Julho 2009.
A falta de criatividade política em nosso Brasil não é de hoje e já vem de muito tempo parece que os eleitos do povo são verdadeiros analfabetos de pai e mãe, pois só pensam neles é lógico tirando alguns que lutam e não são ouvidos pela maioria política para melhorar a vida dos brasileiros, pois os seus projetos viáveis a nação são engavetados, vejam hoje o Senado Brasileiro as sujeiras que se acumulava ha anos e neguem dizia nada, o Sr. Sarney, hoje Presidente do Senado e o falecido Senador Sr. Antonio Carlos Magalhães que época atrás esses dois homens tiveram o poder em suas mãos dadas pela maioria política e nada fizeram para moralizar e reformular a política brasileira, assistimos hoje o que realmente progrediu em nossa Pátria dada pela maioria dos Políticos que vem de anos para o dia de hoje, a vergonha e o fedor nacional no entrave no desenvolvimento social e intelectual do nosso povo brasileiro, partidos políticos que também deixaram-se envergonhar-se pelo tempo e pior ainda é a Justiça, pois homens que fazem parte do processo judiciário, pessoas estas libadas de famílias integras que não fizeram parte e não fazem parte da corja podre dos maus políticos, estes estão como tivessem sido anestesiados e embriagados por homens que com tantas sujeiras que acumularam em seus mandatos aos anos na política do Brasil a justiça de hoje se encontra inertes contra eles e isso mesmo inertes contra estas corjas e isso tem que acabar. Estamos digo todos sendo atingidos pela miséria política dos miseráveis que atuaram e atuam nos dia de hoje, e ainda tem os que estufam o peito e diz em alto e bom som que voltara para política assim que terminar o mandato, pois será eleito de novo em nosso território nacional, mais triste do que é ver isso tudo é os verdadeiros Patriotas que só pensamos numa verdadeira sociedade justa e de bons costumes assistir nos jornais e nos meios de comunicação o nosso Presidente da Republica Exmo .Sr. Lula da Silva eleito democraticamente como são todos os políticos na democracia, apoiar pessoas que vergonhosamente se enriqueceram e se enriquecem através do erário publico com medidas sujas criadas e praticadas por eles, pessoas estas que se tornaram publicas e que se acham donos da política e do erário publico e ainda se encontram livres e soltos sendo aplaudidos pelos seus pares que comungam com as mesmas atitudes e pensamentos, é triste é muito triste mesmos nós cidadãos vivermos debaixo dessa Pobreza Política Brasileira.

Laguardia said...

PASSEATA VIRTUAL #FORASARNEY
Quarta-feira, dia 15, das 15h às 16h horas.

Local: Na internet.

Ponto de partida: Seu computador, telefone celular, PDA, qualquer aparelho que possa enviar uma mensagem de e-mail, SMS, Twitter, etc

Ponto de chegada: Congresso Nacional

Sarney: sarney@senador.gov.br

Senadores: e-mails aqui ou aqui para enviar a todos os senadores

Como vai funcionar: Na quarta-feira no intervalo das 15h às 16h horas, você que tem um blog, site, Twitter, celular, etc, deverá estampar um “banner” ou selo com a mensagem “#forasarney” e enviar o máximo de mensagens ao Senado.

Clique e envie e-mail aos senadores!
As informações fora repassadas para este Blog pela atuante Gusta do Reaja Brasil.
Valeu, Gusta
----------------------
Maiores informações,
aqui. Blog #forasarney .

Share
 
Copyright © 2004-2016 Bootlead