Monday, July 27, 2009

Terminantemente, essa dívida não será prorrogada!
Já está mais do que na hora de efetuarmos a devida cobrança.

Foto: A execução de alguns "filhotes" de Fidel, à moda da "isla paraíso". Porém, sem direito à venda.























Click AQUI para ver a foto no tamanho original.


Nenhum de nós lhes deve nada. Eles nos devem tudo, a começar pela vida.
por Augusto Nunes

"Ainda bem que a gente não chegou ao poder: se isso acontecesse, teria de devolver no dia seguinte", disse Vladimir Palmeira, em maio do ano passado, num debate entre veteranos de 1968. "A gente sabia muito pouco, não tinha preparo para governar país nenhum". Certíssimo. "A gente não tinha nem mesmo um projeto de poder". Errado. Os comandantes do movimento estudantil (e, sobretudo, seus mentores na clandestinidade) tinham um projeto, sim. Tão claro quanto perverso: substituir a ditadura militar pela ditadura do proletariado.

Quem não tinha projeto de poder era a "massa de manobra", como se referiam os chefes à multidão dos ingênuos, generosos, anônimos que repetiam palavras-de-ordem cujo real significado ignoravam e cumpriam ordens e instruções que vinham de cima. Os soldados rasos lutavam pela liberdade. Os comandantes planejavam suprimi-la. O rebanho sonhava com a ressurreição da democracia. Os pastores queriam muito mais, confirma Daniel Aarão Reis, ex-militante do MR-8, ex-exilado e hoje professor de história da Universidade Federal Fluminense.

"As esquerdas radicais não queriam restaurar a democracia, considerada um conceito burguês, mas instaurar o socialismo por meio de uma ditadura revolucionária", fala de cadeira Aarão Reis, principal ideólogo de uma dissidência do PCB que desembocou no MR-8. "Não compartilho da lenda segundo a qual fomos o braço armado de uma resistência democrática. Não existe um só documento dessas organizações que optaram pela luta armada que as apresente como instrumento da resistência democrática".

Recrutados na massa de manobra, os alunos dos cursinhos intensivos de revolução ainda estavam na terceira vírgula de O Capital e no quinto parágrafo de Engels quando descobriam que desistir das aulas semanais era crime sem perdão. "Ele desbundou", diziam os mestres de algum discípulo sumido. Meia dúzia de panfletos de Lenin depois, os aprendizes descobriam que se haviam tornado oficiais do exército mobilizado para sepultar o capitalismo e conduzir o povo ao paraíso comunista.

Muitos se diplomavam sem sequer desconfiar da grande missão. Mas gente como Vladimir Palmeira tinha idade e milhagem suficientes para saber que perseguia um regime ainda mais selvagem, brutal e infame que o imposto ao Brasil. Conviviam com tutores de larga milhagem. O sessentão Carlos Marighela, por exemplo, ensinava aos pupilos da ALN a beleza que há em "matar com naturalidade", ou por que "ser terrorista é motivo de orgulho". Deveriam todos orgulhar-se da escolha feita quando confrontados com a bifurcação escavada pelo AI-5.

A rota certa era a esquerda, avisavam os que nunca tinham dúvidas. Passava pela luta armada e levava à luz. A outra era a errada. Passava pela rendição vergonhosa e levava à cumplicidade ostensiva com os donos do poder. Ou, na menos lamentável das hipóteses, aos campos da omissão onde se amontoavam desertores da guerra justa. A falácia foi implodida pelos que se mantiveram lúcidos, recusaram a idiotia maniqueísta e percorreram o caminho da resistência democrática.

Estivemos certos desde sempre. Desarmados, prosseguimos o combate contra quem os derrotara em poucos meses. Enquanto lutávamos pela destruição dos porões da tortura, eles se distraíam em cursinhos de guerrilha ou no parto de manifestos delirantes. Estavam longe quando militares ultradireitistas tentaram trucidar a abertura política. Só se livraram do cárcere e do exílio porque conseguimos a anistia, restabelecemos as eleições diretas e restauramos a democracia. Nós vencemos. Eles perderam todas. Alguns enfim conseguiram tornar-se contemporâneos do mundo ao redor. Quase todos permaneceram com a cabeça estacionada em algum lugar do passado. E voltaram com a pose dos condenados ao triunfo.

Fantasiados de feridos de guerra, os sessentões de 68 se apropriaram de indenizações milionárias, empregos federais, mesadas de filho mimado. Com a velha arrogância, seguem convencidos de que quem está com eles tem razão. Passa a fazer parte da esquerda, formada por guerreiros a serviço das causas populares. Quem não se junta ao bando é inimigo do povo, lacaio dos patrões, reacionário, elitista, golpista vocacional. O comportamento e a discurseira dos dirceus, franklins, dilmas, genoínos, palmeiras, garcias, tarsos, vannuchis e o resto da turma confirmam: passados tantos anos, estão prontos para errar de novo. Infiltrados no governo de um presidente que não lê, não sabe escrever, merece zero em conhecimentos gerais e faz qualquer negócio para desfrutar do poder, eles aparelharam o Estado e vão forjando alianças com o que há de pior na vizinhança para eternizar-se no controle do país. Se não roubam , associam-se a ladrões. Se não matam, tornam-se comparsas de homicidas.

Sequestradores da liberdade e assassinos da democracia jamais deixam de sonhar com o pesadelo. Não têm cura. Nenhum democrata lhes deve nada. Eles é que nos devem tudo, a começar pela vida.


Augusto Nunes da Silva é jornalista, nascido em Taquaritinga, interior de S. Paulo, foi redator-chefe da revista Veja, diretor de redação das revistas Época e Forbes, dos jornais O Estado de S. Paulo, Gazeta Mercantil e Zero Hora, além de diretor-executivo do Jornal do Brasil. Foi também apresentador do programa Roda Vida da TV Cultura e do programa "Verso & Reverso" da TVJB. Augusto Nunes escreveu diversos livros, entre os quais: "Minha Razão de Viver - Memórias de um Repórter" (livro de memórias de Samuel Wainer), "Tancredo" (biografia de Tancredo Neves), "O Reformador: um Perfil do Deputado Luís Eduardo Magalhães" e "A Esperança Estilhaçada", sobre a atual crise política, entre outros. É um dos personagens do livro "Eles Mudaram a Imprensa", da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que selecionou os seis jornalistas mais inovadores dos últimos 30 anos, além de ter ganho por quatro vezes o Prêmio Esso de Jornalismo. Atualmente, Nunes escreve uma coluna na edição eletrônica da Revista "VEJA".




Publicado na seção Direto ao Ponto da "Coluna do Augusto Nunes".
Domingo, 26 de julho de 2009.



Resenha da História do Brasil – A verdadeira





7 comments:

Cachorro Louco said...

Caro Boot:Esses caras são tão obcecados pela idéia de poder que pouco se importam com o resto .A ministra-terrorista é um exmplo acbado disto,pois está sempre proanta a uma nova mentira para conseguir seus objetivos escrotos .Na verdade êles é que são o resto ,peridos no tempo e no espaço lutando ematando por uma causa que está se implodindo em todo o planeta .São ervas daninhaas que devem ser exterminadas para que nasçam flores em nossos jardins.Abraços

Dois em Cena said...

Essa foto me faz sonhar...

Cachorro Louco said...

Bootlead : Tem um selo para voc^no meu blog è só copiara e colar ,tão facil quanto criticar o Lula .Abraços

ALBERTO FIGUEIREDO said...

Alberto Figueiredo - É tudo que eles querem IP:189.70.37.xxx | 08-12-2008 19:11:20 - No Verdade Sufocada
Que todo mundo grite, reclame, os chame de comunistas, corruptos e ladrões. Enfim que desbafem suas mágoas desde que seja como agora, nas mensagens de computador.
Uma parte do povo é completamente domesticável, quer por falta de informações reais ou por não ter conhecimento do perigo real, devido ás benesses das bolsas (tudo).
Outra sabe o que esta acontecendo, reclama, mais como tem futebol carnaval e putaria para ver nas novelas, vai deixando o barco singrar os mares.
Outra sabe, tem conhecimento de tudo mais, é tão covarde que se esconde por trás de um computador.
Outra que deveria cumprir um juramento feito de defender a soberania as instituições e a segurança territorial do Brasil, está maravilhada com o plano estratégico de defesa que se sair do papel, será a passos tão curtos que nenhum dos atuais comandantes o verá em prática e só perceberão a verdade quando as FFAA se tornar apenas uma milícia do PT, comandada pelo MST e Campesina e eles os comandantes não passarem de praças subalternos aos grandes guerreiros do foro de São Paulo.
Sobre a declaração de um ilustre senhor dizendo que estão tentando inocentar lamarca, é errada lamarca já é quase inocente, bandido foi Caxias, quer apostar

Anonymous said...

O QUE SERIA DOS BARES DO BRASIL SEM A RENDINHA DO BOLSA ESMOLA ?
Bolsa esmola, garante todos os meses a cachacinha de muitos miseráveis que são dependentes do Bolsa esmola e são proibidos de trabalharem caso queiram continuar sendo dependentes deste governo.
Bolsa esmola nada + é que um programa social injusto para com quem de fato trabalha e paga impostos neste País.
Somos obrigados a pagar cachacinhas e talvez até drogas para quem não trabalha e nada produz em pró do País .
O pior deste programa social injusto para com o trabalhador de verdade, é que ele é contínuo, tirando do bolso de quem realmente trabalha .
Se o Bolsa esmola do governo Lula fosse um programa social justo para com os que trabalham, teria um prazo determinado tipo 6 Meses .
O seguro desemprego tem prazo determinado.
Porque o Bolsa Esmola Não ?
+ Como se trata de um programa para promover a dependência dos Miseráveis junto ao governo , vai garantindo assim o Voto de Cabresto .
Depois que um analfabeto chegou a presidência, não duvido de +nada!
Depois que o Nosso presidente se acovardou diante da Bolívia deixando o Índio tomar na força e no grito a Petrobrás, Não duvido de +nada!
Depois que Lula rasgou contratos que garantia a soberania do Brasil junto aos vizinhos para favorecê-los, não duvido de + nada!
Depois que Lula Alterou contrato do caso Itaipu para Favorecer Paraguai, não duvido de +nada!
Depois que descobrimos que nosso presidente de pátria duvidosa governa em pró de : Argentina, Paraguai,Equador,Venezuela, Uruguai e Bolívia, Não duvido de +Nada.
Lula governa a favor de nossos visinhos,onde tira do Brasil para favorecê-los .
Que presidente é Esse!?
O chanceler Amorim,é Menino de recado de Hugo Chávez e Fidel.
Tudo que for contra o Primeiro mundo, Amorim estar de acordo.
Para muitos este ministro é um comunista e seguidor das ordens de Hugo Chávez e Fidel.
Uma vergonha este ministrozinho chamado Celso Amorim que trabalha em pró dos vizinhos tirando do Brasil a mando de Hugo Chávez e Fidel .

Anonymous said...

Governo Lula Governa a favor de : Argentina, Paraguai , Bolívia,Equador Venezuela e Cuba ou seja: Governo Lula Governa para nossos visinhos e não para o bem do Brasil.

Como brasileiro, sinto-me violentado e traído por este acordo que Lula faz com o Paraguai. Mais uma vez o presidente Lula viola os direitos brasileiros quando abre mão dos mesmos adquiridos pelo Brasil para favorecer os vizinhos. Foi assim no caso Bolívia , onde Evo Morales tomou a Petrobrás na força e no grito ,e Lula se acovardou ficando como rabo entre as pernas diante das ameaças de nosso visinho e o pior é que Lula ainda afirmou que foi justo. Foi assim também quando Lula rasgou o contrato que era de direito adquirido entre Brasil e Bolívia referente a importação do Gás para assinar um outro favorecendo totalmente a Bolívia

Que presidente é Esse!?
Que viola direitos adquiridos de forma justa pelo Brasil para favorece visinhos que o ameaçam.

Que Presidente é Esse, que se acovarda diante das ameaças deste visinhos que só querem tirar vantagens do Brasil?

Será que nós brasileiros temos que ser tão punidos assim por este governo que faz o que quer quando bem entende com esta nação e ninguém faz nada?

Ninguém faz nada!?

O que falta para o governo Lula tirar do Brasil para favorecer os vizinhos que se aproveitam de sua covardia para tirar mais vantagens do governo Lula.

Alguém precisa fazer algo!!!!!

Será que já não é suficiente as constantes denúncias de roubo e corrupção deste governo e ainda somos obrigados a assistir de braços cruzados ele violar os direitos do Brasil em pró dos visinhos que no fundo só querem mesmo é tirar vantagem do Brasil. Não podemos continuar parados vendo Lula e o PT fazerem o que querem e bem entediam com O Brasil.

Na verdade Lula faz o que quer e como bem entende porque na Pratica NÃO EXISTE OPOSIÇÃO POLITICA CONTRA ELE.

CADÊ A OPOSIÇÃO!?

DESCULPEM, MAIS VOCÊS DO PPS, PSDB E DEM SÃO UNS "BOSTAS N'ÁGUA" porque deixam Lula e PT fazerem o que querem com o Brasil!!!!

flávia said...

No fundo, está faltando mais mão firme e consistência, mais vergonha e menos ilusão democrática.
Onde me alisto para as fileiras da limpeza “ética”?
Abraço,

Share
 
Copyright © 2004-2016 Bootlead