Sunday, December 16, 2007

Um grande país nas mãos de um energúmeno:
Lamentavelmente, este país é o Brasil!











































"metar-mofose ambulanto"

"Como uma sociedade pode permitir que um desqualificado de tal porte permaneça no comando do país? Será que algum empresário deixaria tal espécie entrar na sua empresa e ocupar alguma função executiva? E os hipócritas batendo palmas para suas sandices? O que pensar dessa corja de aproveitadores do imbecil coletivo liderado pelo apedeuta?"



MENSAGEM DE ANO NOVO PARA O PAÍS
por Geraldo Almendra

Enfim uma derrota para esse espúrio desgoverno petista: vai acabar a CPMF, a maior fonte de sustentação do populismo assistencialista e do suborno dos esclarecidos, cúmplices dos calhordas, que estão abarrotando o Estado graças ao empreguismo praticado ostensivamente nos podres poderes da República.

Infelizmente temos que escutar o lamento dos hipócritas que infestam o poder público; alguns declaram de forma cínica que assistiram o enterro da saúde, como se essa contribuição estivesse sendo usada, de forma relevante, para melhorar o sistema de saúde do país; outros imbecis ameaçam dizendo que a sociedade irá cobrar de alguém o que vier acontecer também com a saúde e com outros "investimentos", fazendo o jogo sujo da política prostituída para repassar para os outros as irresponsabilidades sociais de um desgoverno desqualificado, imoral, aético e prevaricador. Como é calhorda essa gente! Nojentos!

Agora o plim-plim apresenta, em horário nobre, notícias e comentários sobre o paradoxo das mentiras deslavadas, demonstrando para a sociedade imbecilizada que a CPMF era usada para quase tudo, mas muito pouco para a finalidade pela qual foi criada; antes, essa rede de televisão espúria calava-se sobre as verdadeiras destinações dessa contribuição e da verdade econômica que todos, ricos e pobres, pagavam esse imposto covarde no preço dos produtos que comprava, e ainda fazia a sutil propaganda das mentiras dos prostitutos da política para convencer a sociedade que a CPMF deveria continuar sendo imposta aos contribuintes.

Como disse um antigo opositor do desgoverno petista, subornado pelas sinecuras públicas, agora ministro, sustentado pelos palhaços e imbecis dos contribuintes: "Afirmo que o governo Lula é o mais corrupto de nossa história nacional".

Corrupção tanto mais nefasta por servir à compra de congressistas, à politização da Polícia Federal e das agências reguladoras, ao achincalhamento dos partidos políticos e à tentativa de dobrar qualquer instituição do Estado capaz de se contrapor a seus desmandos. Como o poder corrompe! Esse mesmo vendido participa da "limpeza ideológica" do Estado tirando de cena os opositores dos comunistas. A verdade é que esse desgoverno calhorda queria usar a CPMF para garantir a reeleição do apedeuta através do financiamento do assistencialismo populista prostituto e do empreguismo corporativista, e depois praticar a mesmice do estelionato eleitoral das mentiras de promessas não cumpridas.

O país está imbecilizado pela falência da educação e da cultura, absolutamente corrompido pela degradação moral que tomou conta das relações públicas e privadas com o aval de esclarecidos, que assinam em baixo da canalhice da prostituição política. Acompanhamos durante o ano de 2007 o poder público continuar sendo tomado pelos vermes da corrupção, do corporativismo e da prostituição política. Continuamos testemunhando um inimaginável suborno da sociedade pelo empreguismo público, por exorbitantes ganhos financeiros de banqueiros e aplicadores na dívida do poder público.

Permanecemos inertes diante do populismo assistencialista praticado por um desgoverno que está plantando as sementes da devassidão da prostituição da política para, sofregamente, colher seus frutos, correndo contra o tempo, para garantir o projeto de poder perpétuo do petismo. A máquina pública continuou se agigantando, enquanto as responsabilidades sociais do desgoverno comunista do PT não foram, novamente, cumpridas; seguem as promessas de “bilhões” - que nunca são realizadas - para recuperar a infra-estrutura econômica do país, esburacada e ultrapassada, e para investimentos na saúde, educação e saneamento básico.

O crescimento econômico continua carente de uma arquitetura econômica auto-sustentada e ocorre apenas em função de uma capacidade produtiva próxima do seu limite, de uma demanda externa extremamente favorável, e de uma irresponsável oferta de crédito mais do que proporcional ao pífio aumento da renda, levando milhões de incautos cidadãos a um crescente endividamento garantido por descontos em folha de pagamento.

O assistencialismo populista aumentou sem controle - sustentado com o trabalho dos outros - sua sanha para garantir a manutenção do petismo no poder nas próximas eleições graças aos votos dos menos favorecidos que, por falta de consciência crítica ou cumplicidade, se vendem por uma bolsa-esmola qualquer, por um pedaço de terra tomado dos outros, ou pela chance de invadir, roubar e destruir propriedades privadas.

Diante de um Poder Judiciário subalterno a um traidor da pátria, continuam sendo praticados os subterfúgios do submundo do corporativismo e da manipulação dos códigos legais, com o descarado objetivo de proteger as "gangs dos quarentas" e seus cúmplices, formalizando, pelo lado da "Justiça", uma absurda impunidade para os que têm a acolhida do poder político mais prostituído de nossa história.

Voltamos a assistir nossas Forças Armadas serem, novamente, moralmente e materialmente aniquiladas, para continuarem no papel de marionetes do Circo do Retirante Pinóquio; agora com a desculpa da queda da CPMF seus aumentos salariais e o reaparelhamento prometido ficarão novamente em terceiro plano, enquanto nossos soldados continuam hibernando nas casernas, assistindo seu país ser transformado em um Estado Comunista de Direito.

Presenciamos o Congresso Nacional ser definitivamente transformado em uma casa de tolerância da prostituição da política e do suborno, com prostituta de classe fazendo a festa com a falência moral e ética do Parlamento. Nunca na história do nosso país, como diz o grande imbecil, se presenciou tanta promiscuidade no poder público.

Sempre pensamos que após tantos escândalos que transitaram quase que diariamente pelas páginas dos jornais, tanta patifaria, tanta mentira, tanta leviandade, tanta falsidade e tanta hipocrisia, a sociedade iria para as ruas pedir a destituição dos canalhas que transformaram o poder público em um verdadeiro puteiro da corrupção, e do mais sórdido corporativismo.

Nada aconteceu, para limitar as ações dos bandidos que tomaram conta do poder público, a não ser a decretação da falência moral e ética das relações públicas e privadas. As ações da PF redundam em nada, pois a "Justiça", com seus meandros e subterfúgios do mundo do corporativismo sórdido, acaba postergando as ações punitivas, nos levando à conclusão que os canalhas continuarão impunes e, mais cedo ou mais tarde terão seus crimes "esquecidos".

Diante de tal quadro de degeneração moral e ética de uma sociedade acovardada e subornada, devemos pedir a Deus que em 2008 possamos presenciar um início de revolução de costumes, dignos de cidadãos minimamente civilizados e que tenham amor à sua pátria:

- as Forças Armadas recusando o papel de avalistas da tomada do poder no país pelos cúmplices do Foro de SP;

- os pobres perceberem seu papel de otários manipulados pelas bolsas preservação da pobreza e passarem a lutar por empregos com salários dignos, dizendo não à corja que os fazem de imbecis e palhaços dependentes do poder público;

- os idiotas dos torcedores que ficam matando uns aos outros por "amor" à bandeira do seu clube tenham a mesma disposição para amar a bandeira do seu país e lutar na revolução contra os que estão nos empurrado para o socialismo corrupto e plantando as sementes da destruição do nosso país;

- a sociedade tomar vergonha na cara e vaiar os prostitutos da política cada vez que circularem nos espaços públicos;

- a classe média esclarecida tomar coragem e passar a defender nossa pátria das mãos dos comunistas, colocando em segundo plano seu individualismo, seu egoísmo, e seu patrimonialismo;

- os artistas que ainda não foram subornados pelo desgoverno petista tomarem, também, coragem e passarem a lutar, com seu poder de comunicação, para a destituição das "gangs dos quarenta" que se apossaram do poder público;

- os estudantes universitários voltarem a defender sua pátria, e que não mais sejam conduzidos por líderes que querem entregar o país ao comunismo genocida e corrupto que já ceifou a vida de mais de 100 milhões de pessoas no mundo durante o último século;

- os acadêmicos, os profissionais mais bem preparados, os homens do saber, não aceitarem mais vender sua moral, sua ética e sua honra em troca de sinecuras públicas ou privadas, para servirem ou serem capachos do mais sórdido filho da serpente da prostituição da política;

- os jornalistas íntegros ajudarem seus colegas demitidos dos seus empregos e que estão sendo perseguidos pela ditadura petista, não se deixando subornar pelo jogo de poder dos canalhas que estão transformando o país em um Estado Comunista de Direito controlado pela nova burguesia petista subordinada ao Foro de SP, que quer fazer do país um pólo da revolução comunista da América Latina;

- a sociedade não se deixar mais enganar pelas propagandas dos bancos e entender que o Sistema Financeiro é sempre o grande beneficiário do seu sofrimento diante da escorchante carga tributária que é obrigada a pagar para bancar o superávit primário e enriquecer a elite de investidores que avaliza os desmandos do desgoverno petista;

- a sociedade não mais permitir que suas escolas públicas sejam vergonhosamente transformadas em centros de doutrinação socialista e continuem sendo um exemplo mundial da falência da educação;

- a sociedade não mais aceitar que os canalhas das "gangs dos quarenta" continuem livres, leves e soltos, zombando e fazendo de palhaços e imbecis os contribuintes que continuam pagando seus assaltos aos cofres públicos;

- a sociedade entender que o Brasil está perdendo sua soberania e poderá ser invadido por grupos revolucionários comunistas com a aquiescência do desgoverno petista;

- a sociedade perceber que o desarmamento da população civil é uma estratégia para evitar sua reação à tomada do poder pelos comunistas;- os assassinos de índios nas ruas de Brasília não fiquem mais impunes e, além disso, não sejam promovidos para ganharem altos salários, à custa dos imbecis dos contribuintes e da falência da "Justiça", quando se trata de punir os poderosos.

Enfim, que a sociedade brasileira tome vergonha na cara e não permita mais que um desqualificado golpista continue a conduzir o país para o caos social, econômico, moral e ético. Que em 2008 a sociedade tenha a coragem patriótica para destituir do poder esse golpista e todos os seus cúmplices corruptos ou vendidos, ou então assine um cheque em branco para autorizar esse calhorda transformar nossos filhos e suas famílias em escravos de um Estado Comunista de Direito subordinado ao Foro de SP e suas ramificações na América Latina.


Geraldo Almendra é Economista, Consultor e Professor de Matemática.
E-mail: glaf@superig.com.br









Publicado no site " Brasil acima de tudo ".
Domingo, 16 de dezembro de 2007.



No comments:

Share
 
Copyright © 2004-2016 Bootlead