Tuesday, December 02, 2008

Santa Catarina: Gastos, desastres, acidentes? NÃO!
ASSASSÍNIO EM MASSA! Mais uma "obra" do PT-PAC-LULA.











































VÍDEO: ESTAMOS TODOS NAS MÃOS DOS "GEDDELS".
TUDO NÃO PASSA DE GASTOS PÓS-TRAGÉDIAS.
VIDAS QUE SE FORAM? AH! ISSO É O DE MENOS.




Click na SETA ou no botão PLAY para iniciar o vídeo.




As três faces de um canalha – Cel Paulo Carvalho Espíndola



3 comments:

Índia said...

Que situacao triste! O pior que ainda tem gente pra defender o "#%*#%", fiz um post la no blog e quase apanhei pq falei que Lula demorou a tomar providencias, a liberar verbas, etc...

Eita povinho...

Beijao.

Lígia L. R. said...

Santa Catarina não dá voto pro PT.
Essa capa da Veja, me fez chorar!

Anonymous said...

Necessário um ajuste econômico para dar a continuidade ao crescimento interno Brasileiro

1) Crescendo o salário do Trabalhador ao nível base da sustentação ao crescimento econômico retirando os impostos a ele dado ate o valor de três mil reais, acima desse limite o imposto atribuído na diferença.
2) A diminuição dos juros Bancários ao nível aceitável na economia estável para que haja mais investimento nos diversos setores empresarial.
3) Redução na carga tributaria para todo o seguimento produtivo em todos os estados federativo brasileiro.
4) Redução no desperdício de recursos públicos em toda a maquina administrativa governamental sendo fiscalizada pelo setor criado.
5) Reformular as regras para os investimentos na Bolsa de valores e assim dar a menor oportunidade para a especulação financeira e mais segurança ao investimento sustentável.
6) Fortalecer a poupança interna e criar um fundo de % dos recursos públicos.
7) Reforma trabalhista e remuneração através da hora trabalhada a cada categoria e na criação da classe autônoma regularizada através da prefeitura com carteira e nota fiscal individual.
8) Criação e eliminação do imposto de renda na compra e venda de imóveis adquiridos após cinco anos.
9) Incentivos fiscais na construção civil e no financiamento do setor
10) Criação de empresas estatais mistas ou não em diversos setores produtivo na deficiência empresarial.
11) Exportar somente o excesso produtivo.
12) Importar somente o essencial para o desenvolvimento interno.
(Ricardo ª filgueiras)

http://prod.midiaindependente.org/pt/blue/2007/11/401428.shtml

Share
 
Copyright © 2004-2016 Bootlead